InícioPortalFAQRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Quadribol

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 6:05 pm


_________________


Última edição por Professores em Qui Dez 22, 2016 12:26 am, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 6:06 pm

introdução


O mais popular e nobre esporte dos bruxos, consiste em um jogo jogado por sete jogadores de cada time divididos em quatro posições e com quatro bolas diferentes. A Goles, que é uma bola vermelha do tamanho de uma de futebol, é jogada pelos três Artilheiros de cada time.

A intenção dos Artilheiros é fazê-las atravessar os arcos de gol do time adversário, que são três balizadas douradas com cerca de 15 metros de altura e grandes aros no topo. Caso não sejam impedidos pelo goleiro do outro time, cada Goles atravessada por um dos aros concede 10 pontos ao time que o marcou.

Nas outras posições ficam os Batedores, que são dois jogadores que carregam consigo tacos para rebater os Balaços, duas pequenas e pesadas bolas que tentam atingir os jogadores para derrubá-los de suas vassouras. A intenção dos batedores é proteger os integrantes de seu time e enviar os balaços em direção aos jogadores adversários.

Longe de tudo isso está o Apanhador, geralmente o menor e mais veloz jogador do time. A intenção do apanhador é capturar a quarta e mais importante bola do jogo: o pomo de ouro. Pequena e veloz, a bola concede ao time que capturá-la 150 pontos, além de encerrar a partida.

_________________


Última edição por Professores em Dom Jan 04, 2015 7:45 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 6:55 pm

história


Os escritos mais antigos conhecidos até o hoje sobre as origens do quadribol são os escritos da bruxa Trude Keddle, que viveu às margens do brejo de Queerditch no século XI. Keddle mantinha um diário escrito em saxão onde descobriu-se o mais antigo relato da existência de Quadribol, já que em suas anotações descrevem o jogo do brejo que vê, de sua janela, outros bruxos jogando, inclusive sua amiga Gwenog. Nessa época, utilizava-se uma bola de couro que foi a precursora da atual goles, os jogadores então tentavam acertar essa bola nos troncos de cada lado do brejo. Posteriromente, Keddle relata em seu diário aquilo que veio a se tornar os balaços, duas pedras enfeitiçadas que voavam pelo ar e tentavam derrubar os jogadores das vassouras, algo que alguns especialistas acreditam ter base no antigo jogo Rachacrânio.

Mais informações sobre o esporte praticado no brejo de Queerditch só aparece novamente um século mais tarde em algumas cartas que o bruxo Goodwin Kneen escreveu a um primo norueguês.  Kneen vivia em Yorkshire, oque comprova a disseminação do esprote por toda a Grã-Bretanha nos cem que decorreram desde que Truddle Kettle o assistia. Nessa época foram introduzidos os artilheiros (com o nome de "pegadores"), os batedores e gols já não eram troncos, mas barris no alto de estacas.

O pomo de ouro só foi introduzido ao jogo no século XIII. Desde os primeiro anos da década de 1100 a caça ao pássaro pomorim dourado era uma atividade popular entre bruxos e bruxas, pro causa da grande velocidade e agilidade do animal. Em 1269, durante uma partida de uma forma ainda rudimentar de quadribol, o então chefe do Conselho de Bruxos, Barbero Bragge, propôs que os jogadores caçassem um pomorim em troca de uma recompensa de 150 galeões, o que equivaleria a uma milhão de galeões hoje. Com a introdução do animal ao jogo, não tardou pra que ele se tornasse uma espécie ameaçada no século seguinte, o que levou a proibição do pássaro no jogo. Desse modo, o bruxo Bowman Wright inventou o Pomo de Ouro, um objeto mágico com atributos idênticos ao Pomorim Dourado.

_________________


Última edição por Professores em Dom Jan 04, 2015 7:46 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 6:57 pm

O Campo


O campo onde ocorre o jogo é oval, de 152 metros de comprimento por 55 de largura, com uma pequena área circular de aproximadamente 60 centímetros de diâmetro ao centro, de onde as bolas são lançadas. O campo ainda possui de cada lado, duas "pequenas áreas" onde se encontram três balizas, cada uma com 15 metros de altura, onde o goleiro fica para defender quando a goles é lançada pelos artilheiros do outro time. Antigamente os aros eram na verdade cestas que ficavam penduradas no alto dos postes.

_________________


Última edição por Professores em Dom Jan 04, 2015 7:47 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 7:00 pm

Bolas

O Quadribol possui três diferentes tipos de bolas: uma goles, dois balaços e um pomo de ouro. A goles mede 30,5 centímetros de diâmetro e não tem costuras, sua cor é vermelha.

Os balaços são feitos de ferro e têm 25 centímetros de diâmetro, são enfeitiçados para perseguir os jogadores sem discriminá-los, de forma que ataquem o jogador mais próximo.

O pomo de ouro tem o tamanho de uma noz e é enfeitiçado para fugir à captura o maior tempo possível. Todas elas são enfeitiçadas para que fiquem sempre dentro dos limites do campo.

Balaço

Uma das quatro bolas de quadribol, os balaços são pequenos e tentam derrubar os jogadores de suas vassouras. Os balaços são enfeitiçados para perseguir os jogadores sem discriminá-los. Se permitirmos que ajam livremente, eles atacarão o jogador mais próximo, donde a tarefa do batedor é rebater os balaços para o mais longe possível do seu próprio time.

Os primeiros balaços(ou "pedraços") eram pedras voadoras, e na época de Zacarias Mumps tinham sido meramente desbastadas para assumirem uma forma arredondada. Apresentavam, porém, uma importante desvantagem: podiam ser quebrados pelas maças magicamente reforçadas dos batedores do século XV, caso em que todos os jogadores passavam a ser perseguidos pelos fragmentos da pedra pelo resto da partida.

Provavelmente deve ter sido esta a razão de alguns times de quadribol começarem a experimentar balaços de metal no início do século XVI. Ágata Chubb, especialista em artefatos mágicos antigos, já identificou nada menos que doze balaços de chumbo desse período, encontrados tanto em turfeiras irlandesas quanto em brejos ingleses. "São, sem a menor dúvida, balaços e não balas de canhão", escreve ela.

Com o tempo, os bruxos descobriram que o chumbo era demasiadamente macio para a fabricação de balaços (qualquer mossa deixada nele afetava sua capacidade de voar em linha reta). Atualmente eles são feitos de ferro e têm vinte e cinco centímetros de diâmetro.

Goles

Grande bola vermelha, é usada nas partidas de quadribol. A goles é a bola normal do jogo, usada pelos artilheiros para marcar gols em um dos três aros.

Sabemos pelo diário de Trude Keddle que a Goles, desde o início, foi feita de couro. Mas, das quatro bolas do Quadribol, ela é a única que não foi enfeitiçada desde o início, era apenas uma bola de retalhos de couro, muitas vezes com uma alça porque devia ser agarrada e atirada apenas com uma das mãos. Algumas goles antigas possuíam furos para os dedos. Porém, com a descoberta dos Feitiços Prendedores em 1875, as alças e furos para os dedos se tornaram desnecessários pois o artilheiro podia manter a mão presa no couro enfeitiçado sem qualquer outro auxílio.

A goles moderna mede trinta centímetros e meio de diâmetro e não tem costuras. Foi pintada de vermelho, pela primeira vez, no inverno de 1711, depois de uma partida em que a chuva pesada a tornou indistinguível do chão lamacento todas as vezes que caía. Acresce que os artilheiros estavam cada vez mais irritados com a necessidade de mergulhar continuamente até o chão para recuperar a goles todas as vezes que não conseguiam agarrá-la, por isso, pouco depois da goles ter mudado de cor, a bruxa Margarida Pennifold teve a idéia de enfeitiçar a bola de modo que, quando caísse, descesse lentamente em direção ao chão como se estivesse afundando em água, o que permitia que os artilheiros pudessem agarrá-la ainda no ar. A "goles Pennifold" continua em uso até hoje.

Pomo de Ouro

De ouro polido, do tamanho de uma noz e com duas asinhas de prata, o Pomo de Ouro é a bola mais importante em um jogo de quadribol, concedendo 150 pontos ao time que capturá-la e encerrando a partida.

Foi uma invenção do bruxo Bowman Wright para a substituição do pássaro Pomorim Dourado, que exercia a mesma função em jogos de quadribol, quando este se tornou um animal em extinção. O pomo de ouro é uma recriação perfeita do comportamento e padrão de vôo do pomorim.

Pomo de Ouro tem memória corporal, sendo assim, não pode ser tocado antes por pele sem proteção antes de ser solto, nem mesmo seu criador pode tocá-lo sem luvas. Sobre ele há um encantamento que faz com ele identifique a primeira pessoa a tocá-lo, ou seja, quando é capturado.

O primeiro pomo apanhador por Harry continha a Pedra da Ressurreição, uma das Relíquias da Morte que foi dada ao irmão do meio na história de Beedle, o Bardo. Em sua superfície viam-se as três palavras: Abro no fecho. A pedra foi revelada quando Harry aproximou o pomo dos lábios, da forma como o apanhou em sua primeira partida (no caso engolindo, mas a aproximação com a boca é aparente).

_________________


Última edição por Professores em Dom Jan 04, 2015 7:47 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 7:04 pm

Os Jogadores

Os sete jogadores do time ocupam quatro posições dentro do jogo: três artilheiros, dois batedores, um apanhador e um goleiro. A função do goleiro é a de defender as três balizas da própia equipe. Os batedores têm por função defender todos os jogadores de seu time das investidas dos balaços, ultilizam para isso o auxílio de bastões.

Os artilheiros são os encarregados de marcar gols, eles atiram a goles um para o outro e marcam dez pontos todas as vezes que conseguem passá-la por dentro dos aros do gol. A função do apanhador é a de capturar o pomo de ouro e conseguir assim 150 pontos para o time e encerrar o jogo.

Apanhador

Uma das posições no quadribol, a função do apanhador é capturar o Pomo de Ouro, uma pequena bola alada que, se apanhada, rende ao time 150 pontos e encerra o jogo. Em cada time só existe um apanhador e se este for atingido por um balaço não poderá ser substituído. Em geral pilotos mais leves e mais velozes, os apanhadores precisam ter a visão aguçada e a habilidade de voar usando apenas uma das mãos ou nenhuma. Dada a sua imensa importância no resultado global da partida, pois a captura do pomo muitas vezes arranca a vitória das garras da derrota, os apanhadores são alvos do maior número de faltas cometidas por jogadores do time adversário. Embora um imenso charme envolva essa posição, por serem tradicionalmente os melhores pilotos em campo, eles são também os jogadores que recebem as piores contusões. "Tire o apanhador de campo" é a primeira regra em A Bíblia do Batedor.

Apanhadores famosos:

Dulce Griffiths
Eunice Murray
Josef Wronski
Máximo Brankovitch Neto
Rodrigo Plumpton
Vítor Krum

Artilheiro

Artilheiro é a posição mais antiga no Quadribol, pois outrora o jogo inteiro consistia em marcar gols. Eles atiram a goles um para o outro e marcam dez pontos todas as vezes que conseguem passá-la por dentro dos aros do gol. Os artilheiros são os únicos, além do goleiro, autorizados a manter a posse da goles e marcar gols. São sujeitos à ataques de balaços, e por isso devem ter grande habilidade também de se esquivar deles. Acredita-se que o nome antigo para artilheiro era pegador(a).
A única mudança significativa nesta função ocorreu em 1884, um ano depois da substituição das cestas por aros de gol. Foi introduzida uma nova regra pela qual somente o artilheiro que estivesse carregando a goles podia penetrar na pequena área. Se mais de um artilheiro entrasse, o gol seria impedido. Tal regra destinava-se a banir a "escada", uma jogada em que dois artilheiros entram na pequena área e empurram o goleiro para o lado, deixando o aro do gol desimpedido para um terceiro artilheiro marcar o gol. A reação a essa nova regra foi noticiada no Profeta Diário da época:

"Nossos artilheiros não estão roubando!"
Foi a exclamação chocada dos fãs do quadribol em toda a Grã-Bretanha, à noite passada, ao ser anunciada pelo Departamento de Jogos e Esportes Mágicos a criação da chamada "falta por uso de escada". "Os casos de jogadores servirem de escada para outros têm aumentado", declarou ontem à noite um atormentado representante do Departamento. "Cremos que a nova regra eliminará as graves contusões de goleiros que temos visto com demasiada freqüência. Doravante, um artilheiro tentará bater o goleiro, em lugar de três artilheiros espancarem o goleiro. A jogada ficará mais clara e justa." Nessa altura da entrevista o representante do Departamento foi forçado a se retirar, porque os populares furiosos começaram a bombardeá-lo com goles. Bruxos do Departamento
de Execução das Leis da Magia chegaram para dispersar a multidão que ameaçava espancar o próprio Ministro da Magia. Um garotinho de seis anos e cara sardenta abandonou o saguão em prantos. "Eu adorava o rolo compressor", soluçou ele para o Profeta Diário. "Eu e o meu pai gostamos de ver os goleiros achatados no chão. Não quero mais assistir ao quadribol."
Profeta Diário, 22 de Junho de 1884

Artilheiros famosos:

Catarina McCormack
Gwendolyn Morgan
Petrova Porskoff

Batedor

Os deveres dos batedores mudaram muito pouco através dos séculos e é provável que eles tenham existido desde a introdução dos balaços. Sua primeira tarefa é proteger os jogadores de seu time dos balaços, o que eles fazem com o auxílio de bastões (no passado com maças). Os batedores nunca foram marcadores de gols, nem há qualquer indicação de que tenham usado a goles. Em um time de Quadribol são usados dois batedores.

Esses jogadores precisam de grande força física para repelir os balaços. Portanto, sua posição, mais do que qualquer outra, em geral é ocupada por bruxos em vez de bruxas. Os batedores precisam ainda possuir um excelente senso de equilíbrio, porque, por vezes, torna-se necessário soltarem as duas mãos da vassoura para rebater um balaço com ambas.

Batedores famosos:

Carlos Broadmoor
Gwenog Jones
Kevin Broadmoor
Ludo Bagman

Goleiro

O goleiro é o jogador de quadribol encarregado de defender os três aros, evitando que os artilheiros, de posse da goles, marquem gols. No ínicio do Quadribol, os goleiros se amarravam aos aros com uma corda, para não saírem de perto deles. Hoje existe uma área que facilita o serviço. A posição de goleiro com certeza existe desde o século XIII, embora sua função venha mudando desde então.
Segundo Zacarias Mumps, o goleiro "deve ser o primeiro a chegar às cestas do gol, uma vez que é sua função impedir que a goles entre. O goleiro deve ter o cuidado de não se afastar demais para o lado do campo adversário para impedir que suas cestas sejam ameaçadas durante sua ausência. Contudo, um goleiro veloz pode marcar um gol e voltar às suas cestas em tempo de impedir que o outro time empate. Cada goleiro deve decidir individualmente como agir."
Nesse texto, Mumps deixa claro que, em seu tempo, os goleiros desempenhavam a função de artilheiros assumindo outras responsabilidades. Podiam se deslocar por todo o campo e marcar gols.

Na época em que Quíntio Umfraville escreveu O Nobre Esporte dos Bruxos, em 1620, porém, as funções do goleiro tinham sido simplificadas. Foram acrescentadas pequenas áreas ao campo e os goleiros eram aconselhados a permanecer dentro delas, guardando as cestas de gol, embora ainda pudessem se afastar numa tentativa de intimidar os artilheiros adversários ou impedir antecipadamente suas jogadas.

Goleiros famosos:

Darren O'Hare
Meaghan McCormack

_________________


Última edição por Professores em Dom Jan 04, 2015 7:48 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 7:08 pm

Regras Gerais


As seguintes regras foram estabelecidas pelo Departamento de Jogos e Esportes Mágicos por ocasião de sua criação em 1750:

1. Embora não haja limitação à altitude a que um jogador ou jogadora podem voar durante uma partida, ele ou ela não podem deixar os limites do campo. Se um jogador ultrapassar esses limites, seu time deverá entregar a goles ao time adversário.
2. O capitão do time pode pedir "tempo" fazendo um sinal ao juiz da partida. Esse é o único momento em que é permitido aos jogadores encostarem os pés no solo durante a partida. O tempo solicitado pode ser prorrogado até duas horas se uma partida já durou mais de doze horas. Decorrido esse tempo, se um time não retornar ao campo será desclassificado.
3. O juiz poderá aplicar penalidades contra um time. O artilheiro que vai cobrá-la deverá voar do círculo central para a pequena área. Os demais jogadores, exceto o goleiro adversário, devem se manter bem afastados enquanto a penalidade é cobrada.
4. A goles pode ser roubada das mãos de outro jogador, mas em circunstância alguma um jogador poderá tocar em qualquer parte da anatomia do outro.
5. Em caso de contusão, nenhum jogador será substituído. O time continuará a partida sem o jogador contundido.
6. É permitido levar varinhas para o campo, que, no entanto, não poderão ser usadas em circunstância alguma contra os jogadores do time adversário, as vassouras do time adversário, o juiz ou contra quaisquer das bolas ou espectador.
7. Uma partida de quadribol só terminará quando o pomo de ouro for capturado ou por consentimento mútuo dos capitães dos dois times.

_________________


Última edição por Professores em Dom Jan 04, 2015 7:48 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 7:17 pm

Faltas


As regras naturalmente "foram feitas para serem desobedecidas". O Departamento de Jogos e Esportes Mágicos registra setecentas faltas em quadribol e sabe-se que todas ocorreram durante a final da primeiríssima Copa Mundial em 1473. Sua lista completa nunca foi divulgada, porque na opinião do Departamento, os bruxos e bruxas que vissem a lista poderiam "ter idéias". Em todo caso, noventa por cento das faltas arroladas são impossíveis de praticar, enquanto estiver em vigor a proibição (imposta em 1538) de usar varinhas contra o time adversário. Os dez por cento restantes não ocorreriam nem aos jogadores mais desleais; por exemplo, "tocar fogo na cauda da vassoura do adversário", "atacar a vassoura do adversário com uma maça", "atacar um adversário com um machado". Abaixo a lista das dez faltas mais comuns no quadribol:

Acotovelar: pode ser aplicada a todos os jogadores, e consiste no uso excessivo de cotoveladas nos adversários.

Bloquear: pode ser praticada por Goleiros apenas, e consiste em colocar qualquer parte do corpo dentro do aro do gol, para assim empurrar a goles para fora e impedir o gol de ser marcado.

Catimbar: pode ser praticada por batedores apenas, e consiste em rebater o balaço para as arquibancadas, obrigando as autoridades a acorrer para proteger o público. Por vezes a manobra é usada por jogadores inescrupulosos para impedir o artilheiro adversário de marcar um gol.

Conduzir: pode ser praticada apenas por artilheiros, e consiste em manter a mão na goles enquanto ela atravessa o aro do gol (a goles deve ser atirada).

Escada: ela pode ser praticada apenas por artilheiros, e consiste em mais de um artilheiro penetrando na pequena área do goleiro adversário. O jogador infrator é sempre aquele que estiver sem a goles.

Furar a Goles: pode ser praticada apenas por artilheiros, e consiste em danificar a Goles, isto é, furá-la para que caia mais rápido ou em ziguezague.

Guidonar: pode ser praticada por todos os jogadores, e consiste em engatar os cabos das vassouras visando a desviar o adversário do seu curso.

Mutretar: pode ser praticada por todos os jogadores, e consiste em segurar a cauda da vassoura do adversário para retardá-lo ou atrapalhá-lo.

Trombar: pode ser praticada por todos os jogadores, e consiste em voar com a intenção de colidir com outros jogadores.

Roubar o Pomo: pode ser praticada por todos os jogadores, exceto o apanhador, e consiste em um deles tocando ou capturando o pomo de ouro. Apenas o apanhador tem permissão de capturar o pomo.

_________________


Última edição por Professores em Dom Jan 04, 2015 7:49 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Professores
Professores
Professores
avatar

Mensagens : 275

MensagemAssunto: Re: Quadribol   Dom Jan 04, 2015 7:40 pm

Manobras/Movimentos


Durante a longa história do quadribol bruxas e bruxos ansiosos por levar o jogo, e eles mesmos, o mais longe possível, inventaram movimentos complicados para garantir que o espectador assista a uma competição sofisticada feita por pilotos altamente qualificados. Alguns desses movimentos estão descritos a seguir:

Ardil de Porskoff: o artilheiro de posse da goles voa para o alto, levando os artilheiros adversários a acreditarem que ele está tentando se livrar deles para amrcar, e então atira a goles para outro artilheiro do seu time que já está à sua espera para agarrá-la. É essencial uam perfeita sincronia de tempo. O nome da manobra é uma homenagem à artilheira russa Petrova Porskoff.

Defesa de Oito Duplo: defesa do goleiro de Quadribol, em geral usada contra o jogador que cobra uma penalidade, na qual o goleiro contorna os três aros do gol em alta velocidade para bloquear a goles.

Dupla-Defesa de Batedores: movimento do quadribol que acontece quando os dois batedores rebatem o balaço ao mesmo tempo para lhe imprimir maior impulso, produzindo um contra-ataque de grande impacto.

Faz-que-Vai da Transilvânia: observado pela primeira vez na Copa Mundial de 1473, é a simulação de um soco direto no nariz. Desde que não haja contato o movimento não é ilegal, embora seja difícil evitá-lo quando os dois jogadores estão voando em alta velocidade.

Finta de Wronski: movimento do Quadribol onde o apanhador dispara em direção ao solo fingindo ter avistado o pomo lá embaixo, mas se recupera do mergulho antes de atingir o campo. O movimento visa a obrigar o apanhador adversário a imitá-lo e colidir com o chão. Seu nome é uma homenagem ao apanhador polonês Josef Wronski.

Formação de Ataque Cabeça-de-Falcão: movimento onde os artilheiros formam um V e voam juntos em direção às balizas. Esta formação intimida fortemente o time adversário e força os outros jogadores a se afastarem para os lados.

Giro da Preguiça: acontece quando o jogador se pendura por baixo da vassoura, agarrando-se ao cabo com os pés e as mãos, para evitar um balaço.

Passe de Plumpton: feito pelo apanhador ao dar uma guinada aparentemente displicente em que ele recolhe o pomo para dentro da manga. Seu nome é uma homenagem a Rodrigo Plumpton, apanhador do Tornados de Tutshill, que empregou tal movimento em sua famosa captura recorde do pomo em 1921. Embora alguns críticos digam que o movimento foi acidental, Plumpton afirmou até o dia de sua morte que agiu intencionalmente.

Passe de Revés: movimento em que um artilheiro lança a goles por cima do ombro para um companheiro de time. É difícil acertar pelo fato do artilheiro ter de adivinhar onde o seu companheiro está.

Pêndulo Estrela-do-Mar: manobra complicada de defesa feita por goleiros de quadribol. Consiste em segurar a vassoura horizontalmente com uma das mãos, prender o pé no cabo e esticar braços e pernas. A Estrela-do-Mar jamais deve ser tentada sem uma vassoura.

Pinça de Parkin: consiste em dois artilheiros assediarem o artilheiro adversário, um de cada lado, enquanto um terceiro voa diretamente de frente contra ele ou ela. Recebe esse nome em homenagem à equipe original do Vagamundos de Wigtown, ao qual é atribuída a invenção desse movimento.

Rebate Falso: movimento de quadribol onde o batedor gira o bastão e rebate o balaço para trás ao invés de para frente. É difícil executá-lo com precisão, mas é uma excelente manobra para confundir os adversários.

Woollongong Shimmy: aperfeiçoado pelos guerreiros Woollongong da Austrália, esse shimmy é um movimento de ziguezague em alta velocidade, feito com intenção de desmontar o artilheiro adversário de sua vassoura.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quadribol   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quadribol
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Campo de Quadribol
» Campo de Quadribol
» Museu de Quadribol
» Regras do Quadribol
» Taça de Quadribol

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Secrets :: Arquivos :: Quadribol-
Ir para: